da filosofia à ficção, retratando a realidade
comentar
publicado por santissimatrindade, em 17.07.08 às 02:19link do post | favorito

 

A marcar pela diferença

O cinema argentino não é muito badalado no nosso país, em vez disso somos bombardeados com cinema cada vez mais artificial e sem imaginação dos americanos, que camuflado pelo marketing gera milhões nas bilheteiras americanas (Deplorável não é). Passando à frente este desabafo vou falar-vos do que interessa. XXY é a estreia na realização da realizadora e argumentista Lucía Puenzo, uma longa-metragem cheia de alma, astuta, natural e carregada de traços do cinema alternativo.

O Argumento conta a Historia de Alex uma miúda de 15 anos, que vive com os pais afastada de vizinhos em uma pequena vila de pescadores no Uruguai. O pai da adolescente é biólogo e trabalha na preservação de tartarugas marinhas. Ele e a esposa levam uma vida simples mas cheia de cuidados com Alex (mas porque?). A rotina deles muda quando recebem um casal de amigos e filho. O que modifica Alex e tudo em seu redor, ao mesmo tempo que ela começa a descobrir a sua sexualidade e a amadurecer.

O filme aborda temas polémicos como a homofobia, problemas entre pais e filhos, o despertar da sexualidade, manipulação, jogos de poder entre duas pessoas (entre jovens e adultos) e um tema chave que não vou desvendar (ao verem o filme vão perceber). A realização e transposição do argumento para a película são majestosos, é simplesmente notável a sensibilidade da realizadora em certos pormenores e detalhes chave que nos ajudam a perceber, não só a história, como também as personagens.
 

O argumento é inspirado numa curta metragem de Sergio Bizzio cujo nome é Cinismo. O elenco é precioso principalmente quanto á prestação da actriz principal, da qual concerteza ainda vamos ouvir falar bastante. As personagens são fortes e ficam presentes depois de o filme acabar, aquela evasão pelo qual o filme nos faz passar é inigualável. Este é para mim o filme indie alternativo do Verão, até porque já ganhou 17 prémios em festivais e teve 11 nomeações.
 
É um filme que deve ser visto, não só pela maneira tão exposta e sem preconceitos de tratar um tema tão delicado, como também pelo elenco, cenário e etc…•

Simplesmente Obrigatório.

Para os interessados ficam aqui a sugestão de mais filmes argentinos:
  -Nueve Reinas, El Método e Aparecidos.

Bons Filmes!

 

tags:
o meu ego está:

Lucio a 22 de Julho de 2008 às 18:43
Como posso ver esse filme?

santissimatrindade a 8 de Agosto de 2008 às 02:01
Resposta a Lucio, para veres este filme aconselho-te a descarrega-lo por torrent, e as legendas no divx.com.

aqui tens o link, espero que gostes.

http://thepiratebay.org/torrent/4290740/XXY.2007.DVDRip.XviD-WRD.

by jusis.

mais sobre mim
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

15
16
18
19

20
21
22
23
25

28
29
30
31


pesquisar no santissima
 
blogs SAPO