da filosofia à ficção, retratando a realidade
comentar
publicado por santissimatrindade, em 19.12.08 às 20:06link do post | favorito


Na luta pelo Direitos Humanos

Gus Van Sant é dos realizadores mais aplaudidos pela crítica na actualidade, não só pela sua vasta obra, como também pela diversidade e versatilidade que esta enquadra. Autor de filmes como o clássico Good Hill Hunting ( (1997) (O bom rebelde)) bastante aplaudido pela academia. Em 2003 surpreendeu Cannes arrecadando a Palma de ouro com o polémico Elephant, baseado no massacre da Escola em Columbine. Trouxe-nos alucinante Last Days (2005) baseados nos últimos dias de vida de Kurt Cobain filme que também gerou alguma polémica. No ano passado realizou Paranoid Park, um drama sobre um adolescente que por acidente mata um guarda-nocturno ficando com alta carga na consciência. Este ano volta à realização com um filme biográfico cujo nome Milk.

Milk é baseado na fase final da vida do político Harvey Milk, que foi um gay activista e o primeiro gay a ser eleito para um cargo público, como membro do quadro de supervisores da Câmara de San Franciso, acabando por morrer assassinado devido aos seus ideais.

Milk transporta-nos para San Francisco 1978 (ano em que Harvey morreu) transformando-se numa espécie de depoimento póstumo de Harvey Milk, recheado de avanços e recuos no tempo focando momentos mais marcantes desta ultima fase da sua vida. Estamos perante um filme que se despe de preconceitos e sensibiliza o espectador para a tolerância da diferença, fazendo uma abordagem ao perfil de Milk, por vezes poética mas sempre firme, documentando a importância que este teve na luta dos direitos dos homossexuais, o fenómeno e a grande personalidade em que ele se tornou.

O argumento foi escrito por Dustin Lance Black, o mesmo da serie Big Love, que também ajudou na produção do filme.
Um filme de uma sensibilidade profunda que nos ensina a ser mais humanos. É a prova de que o preconceito só atrasa a evolução e a sabedoria do homem.
O elenco é ouro puro, principalmente Sean Pean na sua notável interpretação, no papel de Milk, pelo qual já foi nomeado para os globos de ouro e ao qual provavelmente a academia também se irá render. O elenco secundário também é genial e não passará indiferente James Franco (Scot Smith), Josh Brolin (Dan Wh), Emile Hirsch (Clive Jonhs) e Diego Luna (Jack Lira).

Gus Van Sant prova que é um mestre na sétima arte.
 

tags:

mais sobre mim
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


pesquisar no santissima
 
blogs SAPO