da filosofia à ficção, retratando a realidade
comentar
publicado por santissimatrindade, em 27.10.08 às 00:56link do post | favorito

 

God hate thangs

True Blood é a mais nova serie do canal HBO.
Criada por Alan Ball o mesmo de  “Six Feet Under” , que agora nos surpreendeu com uma história radical mas não tão distante do género ao qual nos habituou, continuando a abordar temas polémicos como a homossexualidade, as drogas, o racismo, igreja, etc...

Baseada na serie de livros Sookie Stackhouse de  Charlaine Harris, onde o tema principal são os vampiros que aqui servem de pretexto metafórico para denunciar a intolerância ao mesmo tempo espelhando o mundo actual em que vivemos.

A serie é focada numa era em que os vampiros deixaram de ser monstros e se tornaram  cidadãos. Tudo é possível graças a uma descoberta de cientistas japoneses, o sangue sintético, que vai fazer com que os humanos deixem de ser o prato principal dos vampiros. Algo que vai incomodar alguns humanos que se não se sentem inseguros convivendo com a legião dos vampiros.
A acção desenrola-se numa pequena cidade do estado de Lousiana. Sookie é uma empregada de um Snack-bar, que tem o poder de ouvir os pensamentos das pessoas e  a favor da integração desses novos membros na sociedade. Sookie conhece Bill Compton, um vampiro de 173 anos de idade, ambos se apaixonam mutuamente.
Jason o irmão de Sookie é viciado em sexo que esta sempre a armar a tenda e a meter-se em confusão. Tara a sua melhor amiga tem problemas com a mãe alcoólica que acredita que esta possuída por um demónio que a obriga a beber. Lafayette o cozinheiro do bar é homossexual que além de diller é também prostituto. Todas estas personagens e tantas outras fazem de true blood um projecto bastante arrojado.•

O elenco é também a altura Anna Paquim (Sookie)  fez de Roogue na triologia  de X-men ,e  já tinha trabalhado com Alan Ball em “Six Feet Under”.  Stephen Moyer (Bill)  entrou ultimamente num excelente filme australiano Restraint (2008), entre outros filme e series . Ryan Kwanten  que já tinha entrado em algumas series  tais como Summerland e foi protagonista de Dead Silence(2007). Um destaque também para Rutina Wesley na sua estreia em televisão.•

True blood é surpreendente e envolvente e nada escapa nem mesmo a abertura ,  com um genérico de abertura dos melhores que vi nos últimos anos. Desde ceitas religiosas e exorcismos abusivos até à expressão “God hate thangs” que significa deus odeia caninos afiados que aponta para a descriminação, e que bem poderia ser confundida com god hate thags, que sublinha a intolerância e a discriminação.

Veja aqui o genérico.

Como se devem ter apercebido True blood não é apenas mais um conto de vampiros banal, mas sim o de uma sociedade nova a formar-se, na qual são abordados temas actuais de maneira mais metafórica e inteligente, e não tão chapada e de caras como normalmente acontece.

Numa sociedade nova que se está formar é preciso escolher a sua posição.
 

tags:
o meu ego está:

mais sobre mim
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
30
31


pesquisar no santissima
 
blogs SAPO